Geneticistas ganham o Nobel de Medicina

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 0 Flares ×

O prêmio Nobel de Medicina de 2007 foi concedido a dois americanos, Mario Capecchi e Oliver Smithies, e um britânico, Martin Evans, por seus trabalhos sobre a criação de ratos transgênicos, que abriu um novo horizonte para as pesquisas de doenças como o Alzheimer e o câncer. Os estudos de Capecchi, Smithies e Evans permitiram descobrir como manipular geneticamente células-tronco embrionárias de ratos, destacou o comitê Nobel em um comunicado. O trabalho dos três cientistas possibilitou o desenvolvimento de uma técnica de modificação de genes conhecida como “nocaute” de genes, ou seja, sua neutralização.Para o comitê Nobel, as descobertas dos dois americanos e do britânico “permitiram desenvolver uma tecnologia de imensa importância”.

Mario Capecchi é particularmente conhecido pelo seu trabalho pioneiro na identificação de genes de células estaminais de embriões de ratos que possibilitaram técnicas transgênicas incluindo a clonagem e modificação genética.

Prêmio Nobel

Martin John Evans é um cientista britânico a quem é atribuída a descoberta das células estaminais embriónicas em 1981. Oliver Smithies é um cientista estadunidense nascido na Inglaterra. É considerado o inventor (em 1950) da eletroforese em gel, uma técnica de separação de moléculas que envolve a migração de partículas em um determinado gel durante a aplicação de uma diferença de potencial.

Os ratos geneticamente modificados representam para os cientistas modelos de laboratório excepcionais que permitem estudar as bases de doenças que vão desde o mal de Alzheimer ao câncer, assim como a resposta a novos medicamentos. Até o momento foram isolados mais de 10.000 genes de rato, aproximadamente metade dos que compõem o genoma dos mamíferos.

Os prêmios serão entregues oficialmente em cerimônias nas cidades de Estocolmo e Oslo no dia 10 dezembro de 2007.

101 Alimentos Antienvelhecimento

Os vencedores receberão das mãos do rei Carl Gustav da Suécia uma medalha de ouro, um diploma e um cheque de 10 milhões de coroas suecas (1,52 milhão de dólares), que pode ser dividido entre três pessoas em cada categoria.

O Prémio Nobel da Fisiologia ou Medicina é um prêmio atribuído anualmente pela Real Academia de Ciências da Suécia, recompensando as pessoas que se destaquem nas áreas de investigação da Medicina. É um dos prêmios internacionais de investigação científica, instituídos em 1901 por Alfred Nobel, conhecidos como Prêmios Nobel.

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 LinkedIn 0 0 Flares ×



'Geneticistas ganham o Nobel de Medicina' possui 1 comentário

  1. 20 de abril de 2011 @ 9:44 vida escrita

    Olá, boa tarde,

    Muito bom, parabéns ao autor por escrever esse magnífico texto.

    Abraços

    responda


Gostaria de compartilhar?

Seu e-mail não será publicado.

Nutricy - 2014